mulher vítima de violência doméstica em Muzambinho deixa pedido de socorro em portão.

mulher vítima de violência doméstica em Muzambinho deixa pedido de socorro em portão.

O pedido de socorro de uma mulher vítima de violência doméstica em Muzambinho, no Sul de Minas, foi parar no Disque Denúncia da Polícia Militar em Belo Horizonte. Tudo aconteceu depois que a mulher, de 30 anos, deixou um bilhete de pedido de socorro no portão da casa. Ela temia a reação do marido e familiares com a denúncia das agressões.
De acordo com a PM, os militares receberam o caso no Disque Denúncia de BH. Na sequência, os policiais foram até a casa da vítima no Bairro Jardim Altamira e encontraram o bilhete deixado pela mulher no portão.
Ela descrevia que estava sendo ameaçada e agredida pelo marido e que corria risco de vida caso delatasse as agressões, segundo a PM.
No local, a mulher contou com detalhes as agressões e que, inclusive, o suspeito, de 33 anos, teria uma arma de fogo em casa e a usado para dar uma coronhada na cabeça dela. A princípio, o homem negou as acusações, mas os militares encontram a arma de fogo escondida na casa.
“Durante buscas no imóvel foi localizada em cima do telhado da casa uma carabina de fabricação artesanal, adaptada para calibre.38 estando municiada, alimentada e carregada com cinco munições intactas de calibre .38. Ainda durante as buscas, foram encontradas mais quatro munições intactas de calibre.38”, diz trecho do Boletim de Ocorrência.
Diante do caso, o pedreiro foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Muzambinho. Ainda segundo a polícia, o suspeito chegou a receber atendimento médico, onde teve atestadas lesões corporais em razão de agressões passadas. “As quais segundo a própria vítima, foram ocasionadas pelo autor”, afirma a PM.
 
 
 
 
 
 
 
 

Comentários

Arquivo de Notícias
Categorias
Aplicativos